Rapidinha #2: consideração inútil de fim de ano

Pensando um pouco aqui, e voltando no tempo.

É muito louco pensar que eu me formei na faculdade, mas que a formatura não serviu pra bosta nenhuma.

Explico.

Eu estudo Ciência da Computação (bacharelado). Se você, amigo leitor, se considera um nerd, ou faz Exatas no 3º ano de sua escola e pensa em colocar Computação, CORRE ou então AME COM TODAS AS FORÇAS. No meu caso, estou sentindo minhas forças indo embora mas ainda assim prossigo no curso e falta pouco pra eu terminar.

“Ué, mas cê não tinha dito que se formou?”

bcc ufrpe
BCC UFRPE. Conceito 5 no ENADE, caramba! Tem pra ninguém!

Sim e não. Essa é a questão, meu caro. Há anos eu e uma parte da turma (na verdade de duas turmas, tão pequena é a quantidade de sobreviventes ao longo dos anos) viemos pagando pra ter uma festa de formatura. Fizemos uma conta e achamos que em Janeiro de 2015 seríamos concluintes do curso. Ledo engano… nessa data somente 1 se formou, sendo que ele não era formando (na festa), mas comprou uma senha pra ir à festa. hueheuheeuhuehe.

Enfim. Eu e mais 15 corajosos fomos pagando (teve uma treta SÉRIA, MUITO SÉRIA, no meio do caminho, que eu conto depois e boto o link aqui). E a festa ocorreu dia 10 de janeiro, comecinho de ano, numa casa de festa bem show aqui em Hellcife. Só que, como eu falei, ninguém se formou. Até recebemos uns votos bem bonitos, mas de nada adiantou.

Por isso é muito louco pensar que eu me formei, mas não serviu pra porcaria nenhuma, porque eu ainda não me formei, na realidade! Mas afinal, o que isso tem a ver com o título?

É que em breve vai fazer um ano dessa festa. Meus anos de 2013 e 2014 foram uma total BOSTA. E 2015 tinha tudo pra ser outra. Graças a Deus não foi… foi ruim, mas foi um ano de transição, mudanças (pra melhor), e sinto que cresci muito, mudei um bocadinho, e que isso tudo começou com uma festa totalmente sem sentido. Mas que seria um anúncio do que viria… um ano que foi sem sentido KKKKKK. Brinks. Um ano que, apesar dos sentimentos mistos ao entrar nele, eu sairia dele não-triste, não-confuso, não-cansado, não-dolorido, e com sensação de dever cumprido… pelo menos uma parte do dever.

Que 2016 traga 366 dias em que eu esteja vivo em todos eles, porque é a única expectativa que eu sinceramente tenho. Ah, e que eu possa me formar na faculdade DE VEZ e deixar esse blog menos empoeirado.

Um forte abraço procê, amigo leitor.
Brigado pela paciência.
Deus abençoe!

Anúncios
Rapidinha #2: consideração inútil de fim de ano

Comenta aí, ó! :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s